Os tipos de Pérolas

Os tipos de Pérolas são vários, eles são definidos pelos diferentes tamanhos, cores e até mesmo origem.

Os tipos de Pérolas são definidos por uma série fatores, mas antes de explorar cada um deles, é válido entender o processo de formação da joia.

As Pérolas são o resultado da defesa das ostras. Quando o molusco se sente ameaçado, ele libera uma substância branca chamada de nácar. Essa substância tem como objetivo deixar a ameaça lisa, para que ele seja mais facilmente expelido pela ostra. A Pérola é a ameaça coberta com nácar.

A joia leva pelo menos três anos para ficar pronta, e elas podem ser cultivadas ou naturais. Em cativeiro, o processo de defesa é induzido artificialmente, enquanto nas naturais, como o próprio nome diz, ele começa sozinho.

Pérolas de água doce e Pérolas de água salgada

A grande diferença entre esses dois tipos de joia é sua raridade. Enquanto as ostras de água salgada produzem apenas uma, no máximo duas, Pérolas de uma vez. Os moluscos de água doce podem produzir simultaneamente dez joias.

Pérolas Akoya

Pérolas cultivadas clássicas, de formato redondo. Originárias do Japão, China e Coreia.

Pérolas Negras

Raras por serem naturalmente negras. Formadas pelas ostras de Lábios Negros, cultivadas em mares do Sul e Japão.

Pérolas do Mar do Sul

As mais desejadas de todos os tipos. Cultivadas ao sul da Indonésia, norte da Austrália e sul das Filipinas. Possuem tamanho superior a oito mm de diâmetro, e podem ter diversos formatos e cores.

Pérolas de Água-Doce

Cultivada em lagos em Kyoto, na Ilha de Honshu, ambos no Japão, e em alguns lugares da China, essa Pérola pode ser encontrada em diversos formatos, tamanhos e cores.

Pérolas Arroz

Crescem dentro dos órgãos reprodutores das ostras. Isso faz com que, apesar de serem pequenas, elas tenham bastante irregularidades.

Pérolas Blister

Ao contrário das outras, ela é feita de madrepérola. A diferença ocorre pela ameaça deslizar para dentro do manto da concha, que é formado por este material.

Pérolas Mabi

São formadas por um processo semelhante aos da Blister, porém, com nácar e não madrepérola.

Pérolas Barroca

São todas as pérolas de formato irregular.

Fontes:

https://www.lindabela.com.br/blog/tipos-de-perolas-shell-agua-doce-conheca-as-variedades/

http://www.satine.com.br/novidades/os-diferentes-tipos-de-perolas

http://www.casareumbarato.com.br/6-tipos-de-perolas-escolha-a-sua/#.Wto9y4jwbIV

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone