Metais menos comuns na criação de joias

Embora na criação de joias sejam usados materiais mais conhecidos, há apostas que tornam as joias bastante incomuns, como o uso do Palladium, do Ródio e do Titânio. O Titânio é 3 vezes mais forte que o aço e muito mais forte que o ouro, a prata e a platina, mas ainda é muito leve. O Titânio puro também é 100% hipoalergênico, que significa que ele se seguro para qualquer um usar.

O Tungstênio é um metal de aço cinza, cuja força e alto ponto de fusão tornam um forte candidato da indústria de armamento. O tungstênio metálico é mais difícil do que as ligas de ouro e é hipoalergênico. É escolha útil para criação de joias como os anéis, especialmente os modelos com acabamento escovado.

O cobre é um metal de ouro avermelhado que podem apresentar tonalidades que variam do marrom ao verde. O cobre é o metal mais velho conhecido. Foi associado à deusa grega Afrodite e sua contraparte romana, Vênus. A criação de joias em cobre atribuí-se propriedades curativas.

O latão é uma liga de cobre e zinco que é cor de ouro. Mancha facilmente e tornando-se marrom. O Níquel é um metal branco parecido com prata, mas passível de causar reações alérgicas em algumas pessoas.

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone