Pérolas de água salgada e doce: quais as diferenças?

Uma obra prima da natureza, as pérolas remetem muito ao mar. Mas, há também as de água doce, que são tão lindas quanto. Conheça mais:

Todo mundo já ouviu falar das pérolas e conhece bem essas preciosidades, certo? Mas, nossas referências sempre nos levam a acreditar que elas se encontram no mar. Porém, existem ostras de água doce que exercem a mesma função e resultam em lindas gemas.

O que são?

As pérolas são uma gema orgânica, que se formam através de um grão de areia (ou outro corpo estranho) que consegue entrar em uma ostra, molusco que habita dentro de uma concha dura. Este, como mecanismo de proteção, envolve o grão com uma substância brilhante chamada nácar, também conhecida como madrepérola, que forma a concha toda. Assim, com o tempo, se forma a pérola.

Água salgada x água doce

Apesar da cultura que nós temos em acreditar que as pérolas de verdade são somente aquelas bem redondas e brancas, elas existem de vários tamanhos, formatos e cores. As ostras de água salgada formam, geralmente, apenas uma gema (excepcionalmente duas).

Algumas delas podem ser grandes e ter até 15 milímetros de diâmetro, além de cores diferentes. As gemas criadas no South Sea são produzidas pelas maiores ostras e podem ter uma variação de cores entre o branco e o dourado e, no caso das do Tahiti, são negras.

Esse tipo de pérola é muito cultivado. Esse processo possui interferência humana, com uma introdução artificial de um corpo estranho na ostra. Seu resultado é visualmente idêntico ao natural e seus formatos podem variar, porém, a cultura mais bem feita resulta em pérolas bem redondas e lisas.

As pérolas de água doce são cultivadas por diversas espécies de mexilhões, em rios, lagos e baías. Sua produção é mais simples e rápida e essas ostras produzem várias gemas ao mesmo tempo, podendo chegar em até 10 por vez. Por conta disso, é mais difícil se obter pérolas esféricas. Mas, é importante saber que isso não desvaloriza a peça, é apenas uma característica natural.

Outra curiosidade muito interessante desse tipo é que o animal sobrevive após a retirada da pérola e é possível voltar a cultivar nele. As cores das gemas variam de branco, tons amarelos, rosados, castanhos e negros. Em contrapartida, seu brilho é um pouco menor, mas é muito difícil de se ver isto a olho nu.

A Dalitz possui peças maravilhas e exclusivas em pérolas. Confira no nosso site ou passe em uma de nossas lojas.

Fontes:

https://goo.gl/CiKw97

https://goo.gl/gmddf6

https://goo.gl/Jpzo4Q

https://goo.gl/2CLy3A

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone